27 de setembro de 2009

960. Eleições

PS: 1975, 1976, 1983, 1995, 1999, 2005, 2009
PSD: 1979, 1980, 1985, 1987, 1991, 2002

959. Palha

26 de setembro de 2009

958. Page not found

Às vezes é um bocado demais. Mas acho que até entretém durante as longas noites de inverno. Por exemplo, a Honda 50 cc de 14 metros.

Fernando Moreira, Page not found.

957. Construção

956. Rua

«I think perhaps we want a more conscious life. We're tired of drudging and sleeping and dying. We're tired of seeing just a few people able to be individualists. We're tired of always deferring hope till the next generation. We're tired of hearing politicians and priests and cautious reformers... coax us, 'Be calm! Be patient! Wait! We have the plans for a Utopia already made; just wiser than you.' For ten thousand years they've said that. We want our Utopia now — and we're going to try our hands at it.»

Sinclair Lewis, Main Street, 1920.

955. Blade Runner

Ridley Scott, 1982.

954. Eleição

«Portugal’s federal elections are tomorrow. I don’t know much about the Greens in Portugal except that they work with the Communists there. Together, they are polling around 7.2%.»

Green Party Watch, 26.IX.2009.

953. Sombras

23 de setembro de 2009

952. A luz 2

Gosto do primeiro entardecer do Outono em que a primeira lua, crescente, vermelha, se esconde, rápida e furtiva, por dentro das casas e das luzes.

951. A luz

22 de setembro de 2009

950. Razão

«The reasonable man adapts himself to the world; the unreasonable man persists in trying to adapt the world to himself. Therefore all progress depends on the unreasonable man.»

George Bernard Shaw.

949. Chão

21 de setembro de 2009

948. Record

Até gostava de «A Bola», mas depois o «Record» adotou o acordo ortográfico: a seleção, os jogos em direto e os objetivos e o principal atrativo do jogo.

947. Mar

20 de setembro de 2009

946. Ronald de Bloeme

Pinturas.

945. Auto Retrato

944. A lei

«No law of that country must exceed in words the number of letters of their alphabet, which consists of only twenty-two. But, indeed, few of them extend even to that length. They are expressed in the most plain and simple terms, wherein those people are not mercurial enough to discover above one interpretation: and to write a comment upon any law is a capital crime.»

Jonathan Swift, Gulliver's Travels, 1726.

943. É qualquer coisa por causa do lucro

942. Hotel

«Uma das maldições das pessoas tímidas - nos maus hotéis - é que muitas vezes são demasiado tímidas para partir. São tão tímidas que nem se atrevem a queixar-se. E esta timidez é muitas vezes acompanhada por uma certa boa educação; ainda que se vão embora porque um Schraubenschlüssel as assustou na escada, porque uma Jolanta mordeu alguém na cara em plena entrada, porque uma Screaming Annie as fez ver a morte de perto com os seus uivos, ou por encontrarem pêlo de urso no bidé, mesmo assim ainda pedem desculpa.»

John Irving, Hotel New Hampshire, 1981.

941. Buzina

19 de setembro de 2009

940. Hoje

International Talk Like a Pirate Day.

939. Pulp

938. Os dias

«Commuter — one who spends his life
In riding to and from his wife;
A man who shaves and takes a train
And then rides back to shave again.»

E.B. White, The Lady is Cold, 1929.

937. O prédio

936. Eu

«Todo lo que en mí conspire a romper la unidad y la continuidad de mi vida, conspira a destruirme y, por lo tanto, a destruirse. Todo individuo que en un pueblo conspira a romper la unidad y la continuidad espirituales de ese pueblo, tiende a destruirlo y a destruirse como parte de ese pueblo. ¿Que tal otro pueblo es mejor? Perfectamente, aunque no entendamos bien qué es eso de mejor o peor. ¿Que es más rico? Concedido. ¿Que es más culto? Concedido también. ¿Que vive más feliz? Esto ya…; pero, en fin, ¡pase! ¿Que vence, eso que llaman vencer, mientras nosotros somos vencidos? Enhorabuena. Todo esto está bien, pero es otro. Y basta. Porque para mí, el hacerme otro, rompiendo la unidad y la continuidad de mi vida, es dejar de ser el que soy, es decir, es sencillamente dejar de ser. Y esto no: ¡todo antes que esto!»

Miguel de Unamuno, Del sentimiento trágico de la vida, 1912.

935. XIS

934. Mundo

«If the world's population had the productivity of the Swiss, the consumption habits of the Chinese, the egalitarian instincts of the Swedes, and the social discipline of the Japanese, then the planet could support many times its current population (...). On the other hand, if the world's population had the productivity of Chad, the consumption habits of the United States, the egalitarian instincts of India, and the social discipline of Yugoslavia, the planet could not support anywhere near its current numbers. Unfortunately, most humans seem to fall in the America-India-Chad-Yugoslavia category.»

Lester Thurow, Head to Head, 1992.

933. Tecto

932. Têvê

Adormecer a ver filmes catástrofe (Impacto Profundo, Mimi Leder, 1998) e acordar a ver filmes aborrecidos (Conhece Joe Black?, Martin Brest, 1998). Por motivos diferentes não os vi até ao fim. O primeiro fez-me adormecer e o segundo fez-me desligar a televisão e tornar-me um cidadão activo. Mais ou menos.

931. Céu

18 de setembro de 2009

16 de setembro de 2009

926. Dia

É engraçado como já é outra vez o dia internacional para a preservação da camada de ozono.

15 de setembro de 2009

13 de setembro de 2009

924. Pátio

«No Pátio do Evaristo morava a Senhora Rosa que tinha dois pretendentes: o Narciso, que bebia para afogar suas mágoas, e o Evaristo droguista, pessoa de génio agreste, pai da menina Celeste, aspirante a pianista, patrão do João Magrinho, caixeiro da drogaria, e do Alfredo, que morria de amores por uma vizinha, a mesma que namorava o irmão, o Carlos Bonito. A Amália que era uma artista bonita, mas leviana, bem diferente da irmã, a recatada Susana. O avô das raparigas, o Senhor Heitor, morava por baixo do engenhocas que transmitia as cantigas que todo o pátio cantava. Na casa ao lado vivia um russo, o Bóris Dunov, a Senhora Margarida e, em baixo, no rés-do-chão, os irmãos Marques: Ernesto, Vicente e Sebastião. Falta a Maria da Graça, com o seu claro sorriso, que até faz perder o tino ao rebento do Narciso, o grave Rufino Fino.»

António Lopes Ribeiro, O Pátio das Cantigas, 1942.

923. Dem

12 de setembro de 2009

922. Momento geek

«We are made of star stuff. For the most part, atoms heavier than hydrogen were created in the interiors of stars and then expelled into space to be incorporated into later stars. The Sun is probably a third generation star.»

Carl Sagan, Cosmos, 1980

921. Linhas

920. Suspiro

«You sigh a lot, don't you? In nursing school they taught us that people who sigh a lot are unstable. Is that your problem?»

Leonard Kastle, The Honeymoon Killers, 1970.

919. Laranja

6 de setembro de 2009

916. Nicholson

«Melvin Udall - Never, never, interrupt me, okay? Not if there's a fire, not even if you hear the sound of a thud from my home and one week later there's a smell coming from there that can only be a decaying human body and you have to hold a hanky to your face because the stench is so thick that you think you're going to faint. Even then, don't come knocking. Or, if it's election night, and you're excited and you wanna celebrate because some fudgepacker that you date has been elected the first queer president of the United States and he's going to have you down to Camp David, and you want someone to share the moment with. Even then, don't knock. Not on this door. Not for ANY reason. Do you get me, sweetheart?»

Mark Andrus, As Good As It Gets, 1997

915. Lux


emburgo.

5 de setembro de 2009

914. Ditador

«Hynkel, the dictator, ruled the nation with an iron fist. Under the new emblem of the double cross, liberty was banished, free speech was suppressed and only the voice of Hynkel was heard.»

Charles Chaplin, The Great Dictator, 1940.

913. Beira

912. Lisboa

«Apanhámos um carro e fomos até à cidade. Eram duas da madrugada. Passámos ruas brilhantemente iluminadas, onde bandos de gente jovial se moviam de um lado para o outro. Foi assim, com luz, música e risos que Lisboa nos acolheu.
Não esqueceremos o abalo que isso nos deu. Em que estado tormentoso se debatia, não longe daqui, a grande França, eram cidades em trevas forçadas pela guerra, a região norte infestada de conquistadores. Passava-se fome, e aguardavam-se as disposições do vencedor. Sofria-se, a aflição era geral. Milhões de homens aprisionados, outros tantos tomados de pavor, dezenas de milhar levados à morte - e aqui, brilhava a luz. Fruía-se a paz.»

Alfred Döblin, Viagem ao Destino, 1941.

911. Jornal

2 de setembro de 2009

910. Palavras

«Les mots non plus ne servent à rien, ils disparaissent comme de l'eau dans le sable, et ce sable emplit ma bouche. Je vis, je fais ce qui est possible, il en est ainsi de tout le monde, je suis un homme comme les autres, je suis un homme comme vous. Allons, puisque je vous dis que je suis comme vous!»

Jonathan Littell, «Les Bienveillantes», 2006.

909. Pedras

908. Não ouvido no metro

«- Mas ao menos és feliz?
- Não, mas gosto de acompanhar os campeonatos organizados pela National Association for Stock Car Auto Racing, também conhecida por NASCAR.»

907. Merkezi

Ancara, Maio de 2009.